Não erre ao contratar o fotógrafo de casamento

timthumb

Dentre todas as preocupações que se deve ter ao organizar uma cerimônia de casamento e sua festa, está a de quais cuidados devemos ter para se escolher bem um fotógrafo.
Esta é uma escolha muito importante, pois, é a partir dos registros que relembramos os acontecimentos de um dia tão importante.
A seguir, dez cuidados para tomar ao contratar um fotógrafo para seu casamento:
 Primeiramente, se for possível, é escolher um fotógrafo que já se tem o conhecimento e gosto por seu trabalho. Contratar alguém com referência nunca é algo excedente;
 Importante perguntar sobre a quantidade de fotos pertencentes ao pacote de contratação. Enfim, de adianta o fotógrafo fazer ótimos registros, porém, disponibilizar uma pequena parte no pacote;

Leia mais em:

http://www.celebrantes.com.br/10-dicas-para-nao-errar-na-contratacao-do-fotografo-do-casamento/

Como me tornei celebrante

2016-01-17 17.39.41

Nesses 24 anos de trabalho na tv e no rádio, já fiz vários cerimoniais, como bailes de debutantes e casamentos. Cada um com sua particularidade. Falando dos matrimônios que acompanhei, nem sempre a mensagem do religioso era bem aceita, pois muitas vezes o que era dito não tinha muito ou  nada a ver com o casal e até com seus familiares. Também sempre ouvi reclamações do pessoal do cerimonial, tipo: “o padre fez muitos exigências; o padre disse que se não começar agora ele vai embora; o pastor é chato; o pastor não veio só porque não ligaram pra lembrar”.

Nas conversas de família, sempre expus os problemas que eu via e ouvia. Minha sogra então, certo dia, se deparou com uma reportagem no portal UOL, que mostrava o diferencial e o crescimento do Celebrante de Casamento no Brasil.

Depois de ler a reportagem, procurei mais informações sobre essa nova profissão. O entrevistado na reportagem era o celebrante Fredh Hoss. Fui saber sobre seu trabalho e vi que na página da sua empresa HV7 Cerimonial, estavam abertas as inscrições para o curso de Celebrante de Casamento. Me interessei em conhecer essa nova técnica e fiz a inscrição. Alguns meses depois fui a São Paulo/SP e fiz o curso. Lá conheci um pouco mais sobre o negócio do casamento e adquiri novas técnicas de produzir e conduzir uma cerimonia, bem diferente do que todos estão acostumados a ver.

O trabalho do Celebrante de Casamento é muito parecido com o do pastor e padre, mas há uma grande diferença. Os casais que procuram esse profissional podem ser de diferentes religiões, casais que não tem religião ou que não gostam das celebrações tão sérias e cheias de sermão.

O profissional também é bastante procurado para casamentos homoafetivos, pois a maioria dos religiosos não gosta ou não aceita fazer união entre pessoas do mesmo sexo.

Portanto, se você quer fazer a cerimônia do seu casamento diferente, mais descontraída e emocionante, procure um Celebrante de Casamento. Se quiser conhecer um pouco do meu trabalho e ter mais informações sobre esse tipo de cerimônia, entre em contato pelo e-mail nelsoncelebrante@gmail.com ou pelo Whatsapp (69)8427-2980.

Celebrante: uma opção para cerimônias fora da igreja

Quem sonha em ter cerimônia + festa no mesmo lugar, numa casa de festas, na praia ou em um clube, topa com um problema: padres não podem realizar cerimônias de casamento fora da igreja. A determinação (que às vezes alguns noivos dão um jeitinho de driblar), no entanto, não impede que a união seja celebrada diante de amigos e da família. Nos últimos anos ganhou força a figura do celebrante, que é justamente uma pessoa que faz cerimônias fora da igreja. Seu papel não é de padre e o casamento feito por um celebrante não tem valor religioso, mas o rito é igualmente emocionante e cheio de detalhes para fazer a mãe da noiva chorar de emoção. Contratar um celebrante é uma alternativa também buscada por casais de religiões diferentes ou por quem simplesmente acha este tipo de cerimônia mais descontraída do que aquela realizada na igreja.

Para contar mais como é uma cerimônia realizada por um celebrante a repórter Morgana Laux, da equipe Noiva.com, conversou com Maurício Ehrlich, bastante conhecido aqui em Porto Alegre por proporcionar momentos lindos para os noivos.milene-9

Maurício , em entrevista ao Noiva.com, comenta que um celebrante é válido principalmente para o casamento de pessoas divorciadas e que não podem mais se casar na igreja. A opção também surge como algo mais envolvente e para pessoas descontraídas. “Por meio de um discurso preciso e inteligente, pode-se contagiar todos, respeitando e valorizando a história, assim como as características do casal”, afirma.

Um outro ponto positivo na contratação de um celebrante é a personalização da cerimônia, pois cada casamento é diferente do outro. Maurício realiza encontros com o casal para definir o número de conversas, os discursos e as simbologias. A foto acima, do casamento da Milene Zardo com Ricardo Pinto Picolli, ilustra os vários elementos (plantas, terra, mel, pedras e velas) usados na benção feita pelo Maurício. Existem outros modelos, sempre pensados com a participação dos noivos. “Existem pessoas tímidas que não se sentem bem ao falar ao microfone. Peço ao casal que escreva textos falando um do outro e, muitas vezes, os utilizo na íntegra”, diz.

O Noiva.com dá uma dica importante: se você está a procura de um celebrante, é preciso se antecipar e decidir o quanto antes qual será o profissional do seu casamento. Há poucos celebrantes no mercado e é preciso tempo para acertar todos os detalhes para a criação de uma cerimônia marcante e com a cara dos noivos. O Maurício, por exemplo, cobra a partir de R$ 2,5 mil para casamentos em Porto Alegre e para outros locais a partir de R$ 3 mil (orçamentos de 2011).

Fonte: http://wp.clicrbs.com.br/noiva/2011/08/10/celebrante-uma-opcao-descontraida-e-para-quem-quer-fugir-do-convencional/?topo=13%2C1%2C1%2C%2C18%2C13#.VxmriOGIoUA.facebook